Decoração industrial: o que é e como aplicar o conceito?

Em meados dos anos 70, uma nova tendência de decoração começou a surgir nos Estados Unidos. Os ambientes amplos eram ornamentados com um estilo considerado peculiar, visto que os indivíduos aproveitavam as imperfeições dos galpões como artigos decorativos.

Foi então que surgiu o estilo industrial, o qual conquista suspiros por meio da sutileza de detalhes que são um pouco mais robustos.

Para que você conheça mais sobre esse visual tão marcante, nós preparamos um conteúdo completo. Conheça agora o que é e como aplicar a decoração industrial em sua casa!

Afinal, o que é o estilo industrial?

A decoração industrial passou a fazer parte de moradias norte-americanas no século XX, mais precisamente nos anos 1970. Muitas pessoas transformavam grandes barracões em residências que, atualmente podemos chamar de loft, portanto as tubulações e paredes descascadas faziam parte da decoração do local.

Não foi algo pensado, ainda mais para a época que prezava por diversos adereços espalhados pelos ambientes. Entretanto, devido as recessões que permearam os EUA entre a década de 70, as pessoas não tinham tanto poder aquisitivo para estarem construindo ou reformando suas residências.

Esse foi um dos fatores que levaram o estilo industrial ser algo recorrente. Porém, com o passar do tempo, nós, seres humanos, começamos a encontrar fatores positivos nesse tipo de decoração, os quais foram levados como inspiração para outros tipos de casas como adereços, de fato, decorativos.

Nos dias de hoje, seguimos o estilo industrial porque realmente gostamos e, assim, investimos tempo e dinheiro para transformar ambientes. Logo, antes os adornos faziam parte do próprio espaço, diferente de hoje que pagamos para que o visual seja um pouco menos rebuscado se comparado ao estilo clássico, por exemplo.

Como decorar ambientes com o estilo industrial?

Algumas especificidades estão presentes em moradias que seguem o estilo industrial. Dessa maneira, se você deseja aplicar esse modelo de decoração é necessário entender as nuances, tonalidades e adereços que fazem parte desse universo.

Fique agora com algumas dicas do que uma residência com estilo industrial pode ter:

Mobília metálica são ótimas para agregar estilo

O visual industrial segue parâmetros que são possíveis de serem visualizados em barracões rústicos. Sabe aqueles móveis que não possuem um acabamento tão refinado? Então, é sobre esse tipo de mobília que estamos nos referindo, mas lembre-se que o conjunto da obra precisa fazer sentido, não adianta sair distribuindo artigos de metais se o cômodo possui traços rústicos.

Normalmente, visuais industriais tendem a seguir o conceito minimalista na obra e decoração, por isso não há tantos adornos espalhados pelo espaço.

Os tijolinhos são um charme

Sim, você pode usar e abusar dos tijolinhos à vista dentro de sua casa nesse tipo de estilo. Eles ficam lindos quando compostos com tonalidades que combinam e agregam sensações positivas ao ambiente. Por exemplo, os revestimentos em tijolinhos brancos ficam lindos quando as instalações e móveis seguem padrão de coloração preta.

Agora, se você quer algo mais colorido, opte por materiais que imitam realmente os tijolos à vista com tons alaranjados. Existem ótimas opções disponíveis no mercado de acabamentos, as quais transformam todo o lugar.

Canos expostos são permitidos

Mesmo que não tenham uma funcionalidade verdadeira, a maioria das residências que optam pela decoração industrial possuem tubulações expostas. Elas relembram exatamente o que o nome do estilo quer captar, indústrias. Dessa maneira, os canos acrescentam a ornamentação de forma bastante positiva e encantadora.

E mais, caso você escolha essa opção de visual tenha em mente que é possível economizar grandes valores em acabamentos, visto que inúmeras partes ficam visíveis.

O concreto é sempre bem vindo

Aqui os tons cinzas que imitam concreto são ótimos de serem utilizados. Além disso, diferentes de outros estilos que tentam, ao máximo, esconder a estética peculiar das paredes com acabamentos rústicos e texturas ásperas, a decoração industrial pede por espaços que tenham esse tipo de pintura.

Não precisamos dizer que esse é outro aspecto em que você pode aproveitar para economizar o dinheiro da construção ou reforma e investi-lo para ornamentos e equipamentos que ficam no quarto ou na cozinha.

Iluminação é fundamental

Uma das partes mais importantes para você que está construindo locais com o estilo industrial é compor luzes com assertividade. Um projeto luminotécnico bem feito acrescenta luminosidade e intensidade à decoração, ou seja, faz com que ela fique ainda mais charmosa.

O recomendado é apostar em pendentes e luminárias em LED, principalmente quando compostos com spots em trilho ou de embutir.

Quais as cores que combinam com a decoração industrial?

Não existe muito segredo na escolha de tonalidade para ambientes que seguem o estilo industrial. Como existem diversas possibilidades, algumas cores são mais comuns de serem usadas do que outras, mas nada impede de fazer uso de tonalidades diferentes dessas que vamos citar aqui.

Inclusive, é interessante transformar a atmosfera do local a partir da sua criatividade e imaginação. Siga essas cores se elas demonstrarem sua personalidade. Confira:

  • Cinza;
  • Preto;
  • Branco;
  • Dourado;
  • Amarelo.

Essas são as alternativas mais comuns, mas como dito fique a vontade para criar combinações da maneira que preferir! Uma dica de potência, que irá elevar a sua decoração e trazer tranquilidade e serenidade ao ambiente é trazer as plantas para dentro de casa.

Como existem poucos artigos que, de fato, compõem a ornamentação como um todo, as folhagens conseguem suprir com eficácia a falta de mais e mais adereços no espaço. Portanto, não tenha medo de colocar as plantas na sala, na cozinha ou, até mesmo, no banheiro.

Conseguiu se aprofundar sobre o tema do estilo industrial? Então compartilhe esse post em suas redes sociais e deixe seus amigos por dentro do tema. quem sabe vocês não trocam algumas dicas do que fazer em suas decorações, não é mesmo?

Continue nos acompanhando para não perder nada e nos vemos no próximo post!

Deixe um comentário